Colcha de retalhos…


 
Acho que minha vida é isso… ‘uma colcha de retalhos’,
 que quanto mais se desgasta menos bela é.
 Eu sou feita de tantos retalhos e minhas ilusões são os remendos
 que fazem com que esses retalhos, pedacinhos de mim, permaneçam juntos. 
Mas os remendos estão se tornando cada vez mais gastos, 
o tecido apodrece cada vez mais depressa e a única coisa que consigo enxergar 
são os pedacinhos que vão se perdendo no caminho. 
Hoje essa colcha já não me protege como antes, nem do frio, nem do medo, 
já não basta esconder a cabeça para que o sono venha, 
percebi que o mal que me assombra não é o que está fora, no escuro,
 mas sim o que se apodera do interior, e eu não tenho tido forças 
para reprimi-lo, é a inocência em confronto com a realidade, 
da qual não tenho como fugir. E nesse ritmo vou perdendo, retalhos, 
alguns pedacinhos, e remendando outros, mas mo fim não é mas minha colcha,
 é apenas um pano velho costurado pela vida.
 Ana Pollyanna

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s