O Japão além de ter sofrido todos os transtorno do desastre de 11 de Março ainda tem que lidar com os destroços que esta no mar.

Uma ilha de destroços está indo em direção do Havaí,  com duas vezes o tamanho do estado de Minas Gerais e pesando 20 milhões de toneladas. Um navio Russo foi o primeiro a avistar a ilha de lixo que até chamaram de ilha  Fukushima que esta se movimentando mais rápido do que o esperado e  deve chegar à costa dos Estados Unidos em 2013.

O ministro japonês responsável pela gestão de desastres afirma que o governo poderá enviar um grupo de especialistas aos Estados Unidos para o intercâmbio de informações sobre os destroços da catástrofe de 11 de março do ano passado.E na terça-feira, Goshi Hosono encontrou-se com o vice-secretário de Estado norte-americano, Thomas Nides, em Washington. Os dois discutiram formas de lidar com o problema. Nides demonstrou preocupação com o fato de que os destroços possam ter efeitos negativos sobre a navegação e ecossistemas. Hosono, por sua vez, afirmou que o Japão irá lidar com o assunto de forma franca. Pesquisadores japoneses e norte-americanos estão trocando informações sobre como os destroços estão se movimentando.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s