Pessoas não são descartáveis…

Pessoas não são descartáveis…
Creio que o Evangelho de Jesus de Nazaré seria suficientemente preciso para nos ensinar a respeito do valor das pessoas…

A sociedade possui habilidade em lançar fora quem achar por bem lançar. São muitas as coorporações que, por ligeiros estalos de dedos, descartam indivíduos.

O ser humano tem como parte de si desprezar quem não lhe interessa mais. Porém, percebemos que Jesus vem nos corrigir. Ele nos vem ensinar sobre o próximo, e não sobre nossa defesa para com um grupo. Não é o grupo que interessa o Senhor Jesus, mas é a parte que integra o grupo na sua somatória – aliás, não haveriam grupos se não houvesse o indivíduo.

O que me motiva em direção deste tema é o fato de assistir muitos grupos, inclusive grupos que se denominam corpo de Jesus – Aquele que dignifica a pessoa, o indivíduo – na ação de arrastarem indivíduos para fora de seus meios.

O mundo vivido sob a ótica do reino de Cristo é inclusivo e não destrutivo, descartável. O problema é que o homem aprendeu a viver em um mundo descartável. Tudo se joga fora. Tudo se usa apenas uma vez. O reciclável é apenas uma tentativa de lucrar com aquilo que um dia não prestou mais. No entanto, pessoas não são recicláveis; daí, indivíduos descartáveis não são reaproveitados por ninguém, a não ser pelo próprio Jesus. Aprendeu-se que tudo o que não serve mais se despreza. Todavia, é preciso compreender que somos todos feitos do mesmo material.

Nossa oração deve dedicar atenção para que Deus tenha misericórdia conosco. Devemos orar por nós mesmos, não pedindo algo para o nosso deleite, mas pedindo que Deus nos ensine quem verdadeiramente somos, assim, entenderemos quem verdadeiramente são os outros.

Essa mentalidade é da Igreja. A Igreja que a Bíblia exalta. A Bíblia aponta para essa Igreja. É ela quem deve ensinar a todos. Os que erram devem ser abraçados. Devem ser abraçados por todos da Igreja – somente entende sobre o erro, quem também o comete, ou melhor, quem também o assume (quando falo em erro, se quiser pensar em pecado, fique a vontade, apenas não me descarte por isso).

Não deixemos os que erram-pecam solitários, quando realmente são culpados.

A característica de uma pessoa que caminha onde Cristo caminha, diz respeito ao levantar. Jesus, por onde passava, sempre levantou os que caíram.

Que ninguém seja desprezado. Que ninguém despreze. Pois quando isso lhe vier à cabeça, lembre-se que Deus o acolheu.

Tirado do Blog

No caminho de Cristo

de Joerley Cruz

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s